Fechar

Agende sua consulta




31 3370-7734 | 31 99676-0030
AGENDE SUA CONSULTA

BLOG

dez 2017

Low poo, No Poo: Saiba os prós e contras dessa moda

As técnicas de lavagem de cabelos chamadas Low poo e No Poo se popularizaram nos últimos tempos e foram adotadas especialmente por mulheres de cabelos crespos e cacheados, mas também têm conquistado adeptas entre as donas de cabelos lisos e secos.

Essas técnicas pregam uma maneira diferente de fazer a higienização dos fios.

A técnica chamada Low Poo consiste em utilizar shampoos com agentes de limpeza leves, que não agridem a fibra capilar.

Aos adeptos dessa técnica ficam proibidos produtos que contenham componentes como petrolatos e lauril sulfato de sódio. Isso porque, de acordo com os defensores do método, essas substâncias são agressivas. Ao mesmo tempo em que tiram a sujeira dos fios, elas removem também uma boa quantidade da gordura natural resultando em cabelos ressecados.

Geralmente, quem opta pelo Low Poo só aceita utilizar produtos que contenham ingredientes naturais. Este tipo de shampoo faz menos espuma em comparação aos shampoos tradicionais e propõem o benefício de fazer a limpeza dos fios sem retirar a proteção natural do cabelo.

Mas, para a técnica dar certo, não basta trocar o shampoo. Além de fazer isso, é preciso cuidar para que todos os outros produtos usados nos cabelos também sigam os mesmos princípios.

Já o método No Poo proíbe totalmente o uso de shampoos, mesmo os de formulação mais leve, e a higienização dos fios deve ser feita somente com condicionadores.

Quem adota as técnicas de Low e No Poo garante que os cabelos ficam com aspecto mais saudável, perdendo o ar ressecado, além de o formato natural dos fios serem mais valorizado.

Nós os especialistas alertamos que essas técnicas podem favorecer o aparecimento de algumas doenças, como: caspa, dermatite seborreica e psoríase. Além disso, as falhas decorrentes desse método de higienização dos cabelos pode favorecer a proliferação de fungos, o que pode ocasionar uma doença que provoca coceira e fratura nos fios, formando pequenos buracos no couro cabeludo, a tínea.

Antes de optar por uma técnica que está em evidencia ou na moda é preciso procurar seu dermatologista.  Só ele saberá indicar o produto mais indicado para você.



DRA. JULIANA RONACHER

CATEGORIAS

  • Depoimentos
  • Outros
  • POSTS
  • DEPOIMENTOS

    Atendimento:
    2ª a 6ª das 9h às 19h

    Siga nas redes sociais:

    Belo Horizonte: (31) 3370-7734 / (31) 99676-0030

    Nanuque: (33)3621-2740 / 3621-6429 (33)99136-8567

    drajulianaronacher@gmail.com

    Belo Horizonte/MG: Av. Raja Gabaglia Nº 2000, sala 909, Torre 1 - Cidade Jardim

    Nanuque/MG: Rua Uberaba, 53 - Centro

    Todos os direitos reservados a Juliana Ronacher. Desenvolvido por Agência Salt.